bolinha Notícia

Futebol Feminino foi uma das grandes atrações na Europa durante a 1ª Guerra Mundial

Futebol Feminino foi uma das grandes atrações na Europa durante a 1ª Guerra Mundial

Horário Publicado 08/05/2020

A Primeira Guerra Mundial ocorreu entre 1914 e 1918. Naquela época, o futebol no Reino Unido já era uma das grandes atrações de entretenimento para a população, mas o conflito mudou essa realidade.

Muitos jogadores da época precisaram deixar o futebol de lado para servir ao exército durante a guerra. Por esse motivo, os campeonatos foram cancelados e os torcedores ficaram órfão das partidas.

Foi aí que o futebol feminino ganhou destaque. Sem os homens, as mulheres entraram em campo e atraíram multidões nas partidas no Reino Unido.

Em 1917, por exemplo, foi disputada a primeira edição da Challenge Cup, com a participação de mulheres que trabalhavam na indústria da guerra, que fazia munições, armas etc.

A final da competição, disputada entre Blyth Spartans e Teeside, levou mais de 20 mil torcedores ao Eyresome Park, estádio que pertence ao clube Middlesbrough. Um excelente público para a época.

O jogo acabou com vitória do Blyth Spartans por 5 a 0. As atletas do time viraram estrelas e são lembradas até hoje pelos mais saudosistas. Os grandes destaques eram Bella Reay e Jennie Morgan.

FIM DA GUERRA “REBAIXOU” O FUTEBOL FEMININO

Quando a Primeira Guerra Mundial chegou ao fim, as mulheres voltaram a perder espaço na sociedade do Reino Unido. Durante o conflito elas, além de jogar futebol, trabalhavam fora de casa no lugar dos homens.

Com a volta dos homens para casa, as mulheres foram proibidas de trabalhar fora e voltaram aos afazeres domésticos. O Futebol voltou a ser um esporte masculino.

bolinha Últimas Notícias